Bem Vindo, não esqueça do seu comentário.... Blog em constante construção!!!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Maternidade real,


Hoje está rolando uma blogagem coletiva bem legal, e eu resolvi aderir!  até que ponto a idéia de perfeição nos atrapalha?????
Bom na minha opinião a idéia de mãe perfeita e filho perfeito é o que causa muitas frustrações e depressão pós parto. Eu graças a Deus não tive, mas não posso dizer que não idealizei esse momento.
Antes de engravidar eu me imaginava aquelas grávidas super frescas, bem vestidas e com $$ pra decorar o quarto dos sonhos pro meu filho, descansar boa parte da gravidez pra que ele nascesse calmo e bla bla bla.....  heis que Davi se aproveitou de um problema de saúde meu hauhauahahuahuahauhauauuaua e veio sem ser programado ( parte 1 do “não adianta achar que é DEUS e pensar que vc é que decide a hora”).
Bem, Davi já estava aqui na barriga fazia 4 meses quando eu descobri a gravidez, eu havia acabado de me mudar pra um apartamento de um quarto (LINDO) e perfeito para um casal sem filhos!!!!! Minha idéia já começou a ir pro ralo desde aí!!!!! Mas a alegria de estar grávida quando eu achava que nem poderia supriu todo esse desencanto inicial, de estar em lugar pequeno pra criar uma criança, de estar com uma gravidez avançada e meu filho não tinha quase nada até o 06 mês de gestação, eram tantas coisas pra organizar e comprar que não cabiam no nosso apertado orçamento que havíamos planejado quando alugamos o apartamento ( viu nada é perfeito , ou será que é?!), posso dizer que não foi perfeito dentro dos meus padrões, que queria ser a mãe mais arrumada do mundo ( e andava mal vestida por que tinha que comprar roupas pro meu bebê e era ele quem importava), trabalhei muito , muito,  muito ao invés do tão merecido descanso, eu trabalhei até o dia do Davi nascer, mas fui sim a grávida mais mimada do mundo,a esposa mais mimada, o meu filho foi super esperado por toda a minha família,e graças a Deus nós pudemos comprar de TUDO para o nosso filho.
Então comecei a idealizar o dia de seu nascimento, já imaginava a emoção , eu pegando sua malinha que já estava pronta desde o 7º mês, o meu marido ao meu lado me apoiando, e tudo mais ......
 MASSSSSSSS novamente heis que Davi resolveu fazer tudo do jeitinho dele, eu entrei em trabalho de parto e nem percebi, fui a uma consulta de rotina e a médica me disse “ Ah está tudo bem com vcs, mas vc  já entrou em trabalho de parto está com 4 dedos de dilatação, não volta mais pra casa”! eu e meu marido ficamos olhando assustados um pra cara do outro, faltavam 15 dias não faltavam??? Ninguém avisou ao Davi???!!!!! Kkkkkkkkk enquanto eu assinava os papéis, meu marido não sabia se corria pra pegar as malas ou se contava pra todo mundo, e no meio disso acabei entrando SOZINHA para a sala de parto, nenhuma mão pra eu segurar e dizer que eu tava com medo, pra falar a verdade nem me dei ao direito de ter medo, eu tava sozinha.. se eu entrasse em pânico quem iria me acalmar???!!!! E mais uma vez não foi dentro dos meus padrões, mas meu filho nasceu perfeito , lindo com esses olhinhos azuis me olhando como se eu fosse a mãe mais perfeita do mundo .... o que importava tudo que não saiu como previsto perto de olhar ele pela primeira vez?????? NADA.
Engana-se quem pensou que as minhas divagações idealistas pararam por aí ..... eu seria daquelas mães cheias de leite, com um filho que mamava bem, que não chorava, que dormiria quase a noite toda, e seria um bebê calmo , afinal eu passei a gravidez toda conversando com ele e acalmando ele!!!!! Mas eu não tive leite por 3 dias, meu filho chorou esses 03 dias e não dormi no hospital, o Davi sempre foi um bebê agitado, chorão, estressado..... e eu vivia cansada e me sentindo culpada por não achar aquele stress todo o PARAÍSO! Mas fui a mãe que eu soube ser, acordei milhões de vezes de madrugada, me cansei demais  mas nunca deixei de cuidar do meu filho, meu filho chorão ou não estava sempre bem alimentado, limpinho, bem vestido, e recebendo todo carinho e atenção.... eu não fui a mãe perfeita, não tive o filho perfeito, tive sim que voltar a trabalhar ao invés de ficar olhando pra ele o dia todo, mas cada dia de trabalho é uma conquista pra ele, por ele.... Mas com certeza sou muito mais feliz do que se tivesse saído conforme meus planos..... Não tive dor no parto, tive muito leite depois dos 3 terriveis dias, me esforcei e aprendi a lidar com o filho super agitado que eu tive, o que me rendeu muita experiência e risadas, eu tenho um filho super genioso ao contrario do calminho que eu idealizei, mas em compensação ele é  muito esperto, independente, carinhoso e Lindo, voltei a trabalhar o que me faz menos frustrada de ficar em casa atoa ( sem preconceito, é que trabalho desde muito nova) e com ele precisando das coisas e por aí vai... Minha vida continua ainda assim, eu planejo de um jeito e acontece de outro, mas acontece!!! Nunca é da maneira que eu idealizo mas sempre é do jeito que Deus acha melhor pra mim.
Não somos perfeitos, somos reais, somos o melhor que  pudermos ser e ainda sim somos felizes demais, por deixar de lado o idealismo e aproveitar o que Deus nos trouxe de real, afinal o melhor do sonhos e torná-lo REALIDADE.

10 comentários:

  1. Adorei! Isso é q é maternidade real, né?! Com todas as dificuldades q precisamos superar diariamente...
    Bjos,
    Camila
    www.mamaetaocupada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. oi !!! pai do davi

    é quanto que foi dificil mas quanto que foi bom tbm neh , sem sacrificio na ha vitoria na vida ,

    mas é bom ve ele crescendo malcriado , bomzinho, chorao ....rssssrs

    mas á vida é uma caixainha de surpresas!!!

    um bjo amos vcs !!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Dhieniffer Dias Freita8 de abril de 2011 11:33

    Oii amiga, vim aki hj por mt curiosidade conhecer seu blog, e AMEI, adorei seu poxt, nossa realmente minha gravidez tbm não esta sendo como eu sonhei por tantos anos, mas confeço q esta sendo maravilhoso carregar meu príncipe no ventre e esperar anciosamente por ele, realmente DEUS nunk faz do nosso jeito, ELE faz mt melhor q pensamos ou merecemos, e eh isso ai, nd eh perfeito, mas somos sim a melhor mãe q poderíamos ser, espero ser tbm essa mãe atenciosa e amorosa pro Miguel....

    ResponderExcluir
  4. Dhieniffer Dias Freita8 de abril de 2011 12:03

    Oii amiga, adorei seu poxt de hj, a vida eh msm cheia de surpresas, nunk sai exatamente como a gnt quer, mas DEUS faz mt melhor do q merecemos..

    beijos e fik com DEUS! =)

    ResponderExcluir
  5. ixi acho q ocomentario foi parar em outro post!! hehehe bjo

    ResponderExcluir
  6. Oi Michelle foi para no post anterior... mas eu li hauhauhahuhauh obrigada pelo comentário :)

    ResponderExcluir
  7. ahhh meninas uma obs: o pai do davi aí em cima digita tudo correndo hauhahauha no celularr,por isso saem as perólas .... kkkkkkkkkk amor te amo mtooooo

    ResponderExcluir
  8. Oi Jackie! Amei o post.
    Tb sou a melhor mãe q posso ser!
    Bjs***

    ResponderExcluir
  9. Adorei o post e me sinto um pouco parecida com vc,tmb idealizei muita coisa, de uma gravidez, de uma familia, tmb não foi nada esperando mais es que aqui estou com Alice na barriga, e se Deus quiser vai ocorrer tudo bem, mesmo sendo diferente dos meus planos, adorei o relato..

    Te mandei um e-mail com o endereço..
    Obrigada pelo carinho e pela ajuda!
    beijoos

    ResponderExcluir